Notícia
Postada em 13/08/2014 às 16:50 Presidenciável Eduardo Campos será homenageado com 1 minuto de silêncio
O ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que faleceu nesta quarta-feira (13) vítima de um acidente aéreo, será homenageado com um minuto de silêncio nas partidas Ceará x Internacional/RS e Crateús x Guarany de Sobral, válidas pela Copa do Brasil e Taça Fares Lopes, respectivamente. Concorrente à Presidência da República em 2014, Campos tinha ligação com o futebol e era neto de cearenses.

Logo que confirmada a morte de Eduardo Campos, o presidente da Federação Cearense de Futebol, Mauro Carmélio, entrou em contato com o presidente da Federação Pernambucana de Futebol, Evandro Barros de Carvalho, amigo do ex-governador, para prestar solidariedade.

Em sua mensagem, Mauro Carmélio lembrou os incentivos que Eduardo Campos, quando governador, deu ao futebol pernambucano, arriscando chamá-lo de padrinho do esporte no Estado. Ressaltou também o orgulho nordestino propagado pelo político. “Eduardo Campos como líder nordestino deixou um legado de força, amor a terra e a sua gente”, disse.

Incentivo ao futebol

Como governador de Pernambuco, Eduardo Campos criou o programa “Todos com a Nota”, onde torcedores pernambucanos juntam notas ficais e trocam por ingressos para assistir jogos do clube do coração. O programa é válido para clubes da capital, interior e até categorias de base (Sub-20 e Sub-23). O Governo banca mais de um milhão de ingressos durante todo o Campeonato Pernambucano e o dinheiro é enviado diretamente aos clubes.

Entre 2007 e 2011, por exemplo, o “Todos com a Nota” arrecadou mais de 75 milhões de notas ficais, o que correspondeu a mais de 1 bilhão de reais. Do apurado, 5,9 milhões foram revestidos em ingressos para o torcedor Pernambucano. O próprio presidente da Federação Pernambucana chegou a afirmar que o TCN é o maior patrocinador do campeonato estadual. O programa também tem módulos sociais e culturais.

Política

Eduardo Campos era economista e ingressou muito cedo na política. Neto do cearense Miguel Arraes, Campos participou da campanha que elegeu seu avô governador de Pernambuco em 1986. No ano de 1990, filiou-se ao PSB, foi eleito deputado estadual. Em 1994, elegeu-se deputado federal e reeleito em 1998, com 173.657 mil votos, a maior votação no estado.

Eduardo Campos assumiu a presidência nacional do PSB no ano de 2005. No ano seguinte, foi eleito governador de Pernambuco e reeleito em 2010 com 80% dos votos no primeiro turno.

Luto oficial

Seguindo o decreto da presidente Dilma Rousseff, a Federação Cearense de Futebol vai respeitar três dias de luto oficial em memória póstuma à Eduardo Campos. Até sexta-feira (15), a bandeira nacional exposta na entrada da entidade ficará a meio-mastro.

Manuella Viana / Brenno Rebouças
Assessoria de Comunicação da Federação Cearense de Futebol
(85) 32066505 / 91384545
imprensa@futebolcearense.com.br

Competições









    FCF Diretoria Localização CBF Atletas por Clube Boletos BID-E Ficha do Atleta DOWNLOADS 2020 2019 ARBITRAGEM Quadro Regras TJDF CLUBES 1ª Divisão 2ª Divisão 3ª Divisão Não Profissionais Inativos Ligas Campeões Ranking CAMPEONATOS Série B 2020 Pro Clubs 2020 Ypioca 2020 Sub/13 2019 Feminino 2019 Copa Uninta Sub/19 2019 Master 50 2019 IMPRENSA Notícias Imagens Vídeos FIQUE EM CONTATO Ouvidoria Links Youtube Twitter RSS  
 
Federação Cearense de Futebol - Rua Paulino Nogueira, 77, Benfica - (85) 3206.6500 - ouvidor@futebolcearense.com.br