• Barbalha
  • Caucaia
  • Ceará
  • Crato
  • FC Atlético
  • Ferroviário
  • Fortaleza
  • Guarany (S)
  • Icasa
  • Pacajus
  •  Iguatu
  • Cariri
  • Floresta
  • Horizonte
  • Itapipoca
  • Maracanã
  • Maranguape
  • Pacatuba
  • Tiradentes
  • União
  • Aliança
  • Arsenal
  • Campo Grande
  • Crateús
  • Esporte
  • Guarani (J)
  • Itarema
  • Pague Menos
  • Quixadá
  • Tianguá
  • Alvinegro
  • Anjos do Céu
  • Atlético
  • Estação
  • Juventus
  • Menina Olímpica
  • Rio Branco
  • Santa Cruz
  • São Gerardo
  • São Gonçalo
:: Notícia
Cearense 2015: levantamento aponta que apenas quatro clubes já têm elenco profissional suficiente
Postada em 04/12/2014 às 17:09
Falta pouco mais de um mês para o início do Campeonato Cearense de 2015 e as dez equipes que vão disputar a competição já estão se preparando. Há quase um mês, no entanto, nenhum clube da divisão principal registrou qualquer atleta. Um levantamento do Departamento de Registros constatou que hoje apenas quatro das dez equipes tem elenco profissional suficiente para a disputa do Estadual.

O clube com maior tranquilidade em relação a elenco profissional é o Horizonte. Até esta quinta-feira (04), 41 atletas têm contrato em vigência com o clube pelo menos até fevereiro de 2015. Na sequência vem o Ceará, que computa 38 jogadores profissionais aptos para a temporada seguinte em diante. O Fortaleza é o terceiro, tendo em sua relação 30 nomes com contrato a vencer apenas a partir do primeiro semestre do próximo ano.

Sem depender dos atletas amadores, o Guarany de Sobral também já possui um elenco para 2015. O Cacique do Vale possui 29 atletas com contrato válido até pelo menos fevereiro de 2015.

Precisam contratar

Icasa, Guarani de Juazeiro, Maranguape, São Benedito, Itapipoca e Quixadá não têm ainda um número suficiente de atletas profissionais para iniciar o Campeonato Cearense de 2015. Deles, o Icasa é o que mais contabiliza profissionais (com contrato em vigência até depois do início do Estadual) em seu elenco, mas o número só chega a dez.

Guarani de Juazeiro, Maranguape e São Benedito só possuem hoje cinco profissionais aptos para a disputa da divisão principal. O Quixadá conta com apenas dois. E a pior situação é a do Itapipoca, que não tem nenhum contrato profissional com validade até 2015.

É necessário lembrar, no entanto, duas informações importantes. Não há limites para o uso de atletas não-profissionais em jogos oficiais, o que abriria brecha para que as vagas abertas em cada elenco fossem preenchidas com jogadores amadores (da base). Além disso, como rege o Regulamento Específico da competição, um atleta registrado até o último dia útil anterior a data do jogo está apto a jogar.

Os clubes possuem ainda, portanto, tempo suficiente para registrar novos atletas profissionais. Porém é necessário atentar para os períodos de recesso tanto da Federação como da CBF (ainda indefinidos).

Manuella Viana / Brenno Rebouças
Assessoria de Comunicação da Federação Cearense de Futebol
(85) 32066505 / 91384545
imprensa@futebolcearense.com.br


voltar


Publicidade
         
  Membros da Diretoria   1ª Divisão 2011   Notícias   Siga-nos no Twitter
  Normas e Regulamentos   Anos anteriores   Galeria de imagens   Nosso canal no YouTube
  Clubes afiliados   Campeões   Vídeos   Nosso perfil no Orkut
  Contato   Ranking   Links   Nosso perfil no Facebook
  Localização   Arbitragem    
  
  Federação Cearense de Futebol - R. Paulino Nogueira, 77 - Benfica - (85)3206.6500