• Barbalha
  • Caucaia
  • Ceará
  • Crato
  • FC Atlético
  • Ferroviário
  • Fortaleza
  • Guarany (S)
  • Icasa
  • Pacajus
  •  Iguatu
  • Cariri
  • Floresta
  • Horizonte
  • Itapipoca
  • Maracanã
  • Maranguape
  • Pacatuba
  • Tiradentes
  • União
  • Aliança
  • Arsenal
  • Campo Grande
  • Crateús
  • Esporte
  • Guarani (J)
  • Itarema
  • Pague Menos
  • Quixadá
  • Tianguá
  • Alvinegro
  • Anjos do Céu
  • Atlético
  • Estação
  • Juventus
  • Menina Olímpica
  • Rio Branco
  • Santa Cruz
  • São Gerardo
  • São Gonçalo
:: Notícia
FCF completa 91 anos de história
Postada em 23/03/2011 às 08:23
Há 91 anos, quatro clubes da Capital: Ceará, Fortaleza, Guarany e Bangu se reuniram e criaram a Associação Desportiva Cearense de Foot-Ball. O encontro, presidido por um dos maiores desportistas do Estado, Alcides Santos, tornou-se histórico, pois a nova entidade não só substuiria a então Liga Metropolitana de Foot-Ball, como tinha o principal objetivo de fomentar o futebol local.

Tempos depois, mais precisamente em 1941, por determinação do então Governo Getúlio Vargas, a ADCF acabou virando Federação Cearense de Desportos. Só que em 23 de dezembro de 1976, o futebol passou a se isolar dos outros esportes e com isso a FCD se transformou em Federação Cearense de Futebol.

Nesses 91 anos, houve muitas emoções, imbróglios, conquistas memoráveis, decisões épicas e campeonatos empolgantes. Desde Sílvio Gentíl, primeiro presidente da entidade em 1920, passando por renomados dirigentes como Meton de Alencar, Clóvis Maia, Expedito Machado, Josenéas Barroso, José Lino da Silveira, Fares Lopes e Mário Degésio, hoje a FCF tem à frente o advogado Mauro Carmélio.

“Estar à frente de uma entidade como a Federação Cearense de Futebol nos traz uma grande responsabilidade. São milhões de torcedores, quase 40 clubes profissionais, dezenas de clubes amadores e Ligas do Interior. O futebol mexe com os nervos e com a paixão do povo. Por isso, no momento em que assumi a presidência, no primeiro dia, eu sabia que só o trabalho com profissionalismo, modernidade e transparência poderíamos transformar a imagem e administração do futebol cearense”, afirma o presidente Mauro Carmélio, que continua.

“Há cerca de dez, quinze anos, algumas pessoas diziam que o fracasso do futebol cearense em relação ao contexto nacional era por conta da FCF. Atualmente, mudou muita coisa. O Guarany de Sobral é campeão brasileiro. O Ceará está na primeira divisão nacional e na Sul-Americana. O Fortaleza subiu duas vezes para a Série A. O Icasa fez uma ótima Série B, e outros clubes estarão em evidência neste e nos próximos anos”, avalia Mauro Carmélio.

Se em anos anteriores, vários clubes e consequentemente centenas de jogadores não tinham atividades em uma parte da temporada, neste ano a FCF promove os campeonatos da 1ª, 2ª e 3ª Divisão, a Copa Unimed, os estaduais das categorias de base como o sub-13, sub-15, sub-17 e sub-20, isso sem contar o campeonato cearense feminino, que dá vaga para a Copa Brasil.

“Somos humanos e cometemos falhas. Mas quando erramos, estamos em busca de fazer o correto. Nosso trabalho é pautado diariamente na trasparência, profissionalismo e na luta para que o futebol cearense esteja entre os grandes do Brasil”, garante o presidente da FCF.

Se não bastasse, ano passado, a CBF confirmou a Federação Cearense de Futebol como a coordenadora do esporte na Região Nordeste. E foi também na gestão Mauro Carmélio que o escudo da Fifa voltou à arbitragem local com a árbitra Eveline Almeida e o áribtro-assistente Thiago Brígido.

Lembrando ainda que 2011 é um ano notável e recheado para a FCF. A Confederação Brasileira de Futebol oficializou sete campeonatos no calendário. O futebol cearense estará representado em seis. Somente a Copa Libertadores está fora do “calendário” alencarino. Cinco clubes irão atuar nos quatro campeonatos brasileiro (Ceará/Série A – Icasa/Série B – Fortaleza e Guarany de Sobral/Série C e uma vaga em disputa na Série D). A Copa do Brasil iniciou com Fortaleza, Ceará e Horizonte. E o time alvinegro e a equipe horizontina podem avançar ainda mais no torneio. Já a Copa Sul-Americana vai ter o Ceará como único clube do Norte-Nordeste na competição Internacional.

“Os clubes mudaram a mentalidade de gerir o futebol e a FCF acompanhou e evoluiu também. Com a união de todos, temos certeza que só quem ganhará é o futebol cearense”, finaliza o presidente Mauro Carmélio.


voltar


Publicidade
         
  Membros da Diretoria   1ª Divisão 2011   Notícias   Siga-nos no Twitter
  Normas e Regulamentos   Anos anteriores   Galeria de imagens   Nosso canal no YouTube
  Clubes afiliados   Campeões   Vídeos   Nosso perfil no Orkut
  Contato   Ranking   Links   Nosso perfil no Facebook
  Localização   Arbitragem    
  
  Federação Cearense de Futebol - R. Paulino Nogueira, 77 - Benfica - (85)3206.6500